Finalmente está no ar! Gravei o vídeo com as perguntas mais frequentes que vocês me fazem sobre a minha formação, psicologia. Se por acaso ainda tiver alguma dúvida, é só deixar nos comentários que eu respondo, tá bem? Sem enrolação, vamos lá! Gostaram? Quem aqui quer ser psicólogo?

" /> VÍDEO | Conversando sobre psicologia

OS FILTROS SOLARES QUERIDINHOS DAS SEGUIDORAS

Top 5 Livros de 2018

Resenha Gloss Lip Volume Hialurônico Blant

Espuma de Limpeza Facial Cicatricure

1 peça 5 looks: Chemise

Esponja de silicone para limpar a pele

Minhas novas tatuagens

Resenha Spray Dumb Blonde Bed Head TIGI – toning protection spray

Cupom de desconto Glambox

01set/14

VÍDEO | Conversando sobre psicologia

BiaLyfestyleVídeosVLOG

Finalmente está no ar! Gravei o vídeo com as perguntas mais frequentes que vocês me fazem sobre a minha formação, psicologia. Se por acaso ainda tiver alguma dúvida, é só deixar nos comentários que eu respondo, tá bem? Sem enrolação, vamos lá!

Gostaram? Quem aqui quer ser psicólogo?

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

34 Comentários

  • Thayara
    25 fev 2016

    Quero muito fazer psicologia, mas tenho medo de me arrepender. Quero trabalhar em uma área que eu possa lidar com adolescentes e jovens. Me formo esse ano, você tem alguma dica ou conselho para me dar? Desde já agradeço!

    • biajiacomine
      11 abr 2016

      Ah, se você gosta e já conhece o ramo, você pode atuar nessa área sim, se especializar nessa faixa etária e fazer um excelente trabalho!
      Boa sorte, lindezA!

  • Isa *-*
    26 jan 2016

    Oi Bia!
    Eu gostaria de saber, qual é a relação do curso com religião.
    Bjooooooo

    • biajiacomine
      11 abr 2016

      Em que sentido, lindeza?
      A gente tem uma matéria que aborda um pouco isso, mas a gente deve deixar de lado os nossos preceitos no consultório, sem mais isento possível de julgamentos religiosos.
      Beijão

  • Isabella
    25 jan 2016

    Ola, na onde você curso psicologia?

    • Bia Jiacomine
      10 fev 2016

      NA PUC Minas!

  • Laiane
    14 jan 2016

    Você ganhava para fazer estágio na faculdade??
    Se ganhava quanto??
    Eu pretendo fazer psicologia e estou querendo mais informações sobre o curso.. ?☺☺

    • biajiacomine
      11 abr 2016

      A maioria dos estágios não são remunerados, são obrigatórios!
      Beijos

  • Fernanda Yara
    28 jul 2015

    Oi Bia !! Estou no último ano do ensino médio e estou cogitando psicologia, gostaria que você pudesse me aconselhar sobre as universidades. Beijos :**

    • biajiacomine
      21 ago 2017

      Lindeza, faz um Teste Vocacional, vai te ajudar muito! ?

  • Jamerson Carvalho
    22 Maio 2015

    Oi… Adorei o vídeo e queria saber em qual facul vc se graduou. Bjs

    • biajiacomine
      10 Maio 2016

      Que bom que gostou!
      Me formei no CES, PUC – Minas!
      Beijão

  • Victória Costa
    11 set 2014

    Oi Bia! Adoro você e seu blog e estou no segundo semestre de Psicologia e estou amando. Uma coisa que me preocupa é a remuneração mas eu acho que tudo vai entrar nos eixos assim que tudo estiver preparado. Adorei ver que você fez um vídeo sobre Psicologia <3
    E que nós continuemos sendo essas meninas que nem Freud explica! hahahahahha

    • Bia Jiacomine
      19 set 2014

      Ei, Victória!
      Que bom que gostou, sua linda!
      Toda sorte do mundo pra você, que você se encontre nessa profissão tão linda!
      ahahuahuauha
      Amém!
      Beijão

  • Ingrid Pinheiro
    03 set 2014

    Super adorei seu vídeo, Bia! Sou estudante de psicologia e me formo em dezembro… Pode imaginar a ansiedade né?! (…) Também sou apaixonada pela psicanálise e te juro que se Freud fosse vivo eu faria de tudo para me casar com ele! *.* Enfim, só gostaria que você tivesse falado se em algum momento do curso você confrontou a sua escolha teórica com a sua religião… Ps. acompanho seu blog há algum tempo (apesar de participar muito pouco com comentários)assim como acompanho o blog da Fran também… juro que tenho esperanças de algum dia cruzar com vocês pelas ruas de JF hahaha

    • Bia Jiacomine
      15 set 2014

      Ei, Ingrid!
      Obaaaaa, fico feliz em saber que gostou!
      Eu não casaria não, mas ia amar ser paciente dele! huahuahuauha
      Ah, sua linda! O dia que me encontrar, pode me chamar que vou ficar muito feliz em te conhecer!
      Já com certeza. Tem coisas que a gente aprende que se questiona até onde é patologia, até onde envolve assuntos religiosos, mas no consultório, sempre fiquei com a teoria e me baseei nela pra dar continuidade. Por fora, até poderia rezar por ele, mas no onsultório, só a psicanálise!
      Beijão, sua linda

  • Geórgia Cabral
    02 set 2014

    Que coisa fofa você nesse vídeo! <3
    Eu cogito fazer psicologia porque acho uma ciência simplesmente encantadora! O quanto é possível fazer e melhorar numa pessoa é quase impagável (porque é, na verdade huhuha); frequentei psicólogos por muuito tempo – digo isso porque troquei algumas vezes, é como médico, você não tem obrigação de gostar de primeira! Troca e conheça novos profissionais! – e simplesmente amava, não queria ter alta, rsrs . O quanto aprendi, o quanto melhorei, o quanto cresci não consigo nem descrever. Parabéns pela profissão linda e pela consciência ética e humana que você tem em relação a ela! Beijoss!!

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      Ei, Geórgia!
      Que bom que gostou, sua linda!
      Eu também troquei de psicólogos de vez em quando, quando “o santo não bate” não adianta, o processo nem funciona!
      Fico feliz que tenha gostado!
      PS: Acho seu nome tão lindo, tão forte!

  • Geisa Nascimento
    02 set 2014

    Oi Bia! Acompanho seu blog desde o comecinho, merei em JF até o ano passado e até já te vi na rua várias vezes rsr.
    Sou professora, mas tb amo psicologia, gosto de ler pra me conhecer melhor e poder me relacionar melhor com os outros tb.
    Para quem quer fazer terapia, mas tem medo: vençam esse medo!!! Pra mim foi uma experiência enriquecedora. Fiz só 9 meses de terapia, mas consegui me dedicar e tomar decisões que mudaram minha vida radicalmente para melhor.
    Amei seu vídeo!

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      Ei, Geisa!
      Jura? Ai meu Deus! Que medo! Tem dia que eu ando feito um zumbi, Jesus! MAs abstrai, tá? huauahauhuha
      Você tá mais do que certa, falou tudo: medo. As pessoas tem medo de saberem mais sobre si, né? Tem que superar isso!
      Fico feliz em saber que gostou, sua linda!
      Beijão

  • Karina
    02 set 2014

    Bia linda !
    Como sempre, mais um vídeo muito bacana, ô pessoinha que sabe se expressar de maneira clara, objetiva e divertida ! curto muito seus vídeos.
    Vou compartilhar algo, eu sou Assistente Social (infelizmente ainda não exerço) mas assim como vc, sou apaixonada pela minha profissão, mas é tão triste e chato quando ouvimos essas perguntinhas desagradáveis né ?! o que eu ouço muito é “nossa, precisa de faculdade pra ajudar pobre e dar cesta básica ?” ou “nossa, eu nem sabia que existis isso” ou então então qdo exponho minha opnião sobre algo e tenho que ouvir “lá vem a defensora dos pobres e favelados”.
    Como é chato a gente se dedicar tanto, se matar de estudar, fazer estágio, TCC e mais um monte de coisa pra ouvir esse tipo de coisa né ?!
    Eu achei lindo a forma como vc exaltou e defendeu sua categoria no vídeo, e explicou tanta coisa importante, é isso que procuro fazer qdo escuto essas “pérolas” rsrs.

    Beijão Bia !

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      Ei, Ka!
      Aaah, sua lindeza! Que bom que gostou, fico feliz!
      Cara, isso é a pior coisa que existe. Ninguém sabe o trabalho que dá, tudo o que está por trás da profissão. O que os outros veem não é nem 1/10 do que a gente pode fazer com o diploma nas mãos. Sua profissão também é linda e já cogitei fazer antes de psicologia!
      A gente precisa mais do que se defender, tem que fazer as pessoas perceberem que o que elas fazem é desmerecer nosso trabalho. Isso dói, é feio.
      Fico feliz mesmo que tenha gostado e não se chateie, sabe. As pessoas muitas vezes são ignorantes no sentido literal da palavra e acabam desdenhando por falta de conhecimento.
      Um dia a gente muda o mundo!
      Beijão, sua linda

  • Bia, sou estudante de psicologia. Me orgulho muito dessa profissão linda! Adorei o video. Bjus

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      Que bom que gostou, sua lindeza!
      Beijão

  • Mari
    02 set 2014

    Amiga, como eu já tinha comentado com você, estou querendo mudar de área e fazer psicologia. Mas o problema é que o que me encantou (a ponto de largar minha carreira depois de 4 anos de formada e mais de 8 de experiência na minha área) no sentido de falar “quero isso pra minha vida” ainda ta muito vago em como conseguir entende? Como eu tinha te falado, pelo o que eu pesquisei o nome que se da é “intervenção psicológica em situações de crise” que seria atendimento a vítimas de assalto, estupro, agressão, vítima de desastres ou até pacientes terminais (me interessou muito o seu estágio no hospital, inclusive se você pudesse me falar mais um pouquinho dele tipo o que você fazia lá, eu ficaria mt feliz!)
    Minha primeira dúvida seria se tem alguma especialização nessa área, o que você já me disse que tem alguns cursos né?! Mas o meu problema maior é “onde eu vou trabalhar?” Eu cheguei a ir na delegacia e no IML pra procurar saber se tinha esse tipo de atendimento e não tem!! (Parecia que o estado tem outras prioridades né?!)
    Então amiga, teria como vc me dar uma luz em como eu posso conseguir realizar o meu desejo? Rsrs

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      Oi, amiga!
      Bem, no hospital, eu ficava na parte do CTI. Atendia pacientes lúcidos e também aos familiares. Foi uma experiência incrível, mas se trata mais de acolhimento do que intervenção em si. Nesses casos, a gente funciona como alguém disponível para acolher a dor do outro e dar um possível significado nessa fase tão difícil. É lindo, mas é bem diferente de uma situação de consultório por exemplo.
      Existe curso sim, mas é muito mal divulgado e o trabalho depende da instituição que o contrata. Geralmente isso ocorre em instituições particulares (no meu caso), e els acabam preferindo estagiários porque não há remuneração e, quando efetiva-se, é somente um profissional que fica na instituição por anos. É realmente um ramo muito difícil, exige pós e tal para qualificação mesmo em hospitalar e ser o profissional efetivado. E, geralmente, vem do estagiário que depois se torna efetivo.
      E essa área que você quer, é meio itinerante, sabe? São pessoas que se locomovem aos locais de desastre e fazem a intervenção. Por isso é difícil ter vários profissionais fixos, porque teoricamente precisa-se de alguma tragédia para que ocorra o trabalho. Embora haja psicologia criminalista, aí você pode trabalhar em presídios, mas o foco acaba sendo o recluso em si. A menos que seja uma delegacia de mulheres, mas como te falei, aí é concurso.
      Boa sorte, amiga. A profissão é linda, mas é realmente difícil conseguir emprego…

    • Mari
      03 set 2014

      Obrigada Bia! Pelo oq eu tenho visto realmente é um campo bem restrito mas se tiver que ser vai ser! Amei essa parte hospitalar! É a parte civil tbm! Quero fazer isso pra ajudar pessoas sabe? Se for da vontade de Deus vai dar certo! Obrigada!

      • Bia Jiacomine
        15 set 2014

        De nada, amiga!
        Desejo muita sorte pra você, se DEus permite, nada atrapalha!
        Beijão

  • Ótimo vídeo, Bia!! Muitas verdades!! rs… Aliás parabéns para nós com 5 dias de atraso! kkkk Beijo!

    • Bia Jiacomine
      03 set 2014

      huauhauhauhauhauhuah
      QUe bom que gostou, sua linda!
      Parabéééns!
      Beijão, lindeza

  • Mariana Noronha
    01 set 2014

    Amiga você está me analisando? HAHAHA
    Faço terapia de graça. Ebaaaa! o/ HAHAHA

    • Bia Jiacomine
      01 set 2014

      huauhauhauhauha
      Vai, vai aproveitando da minha boa vontade mesmo!
      Brincadeira, amiga!
      Não te analiso, tá? Nunca analisei!
      Beijo

  • Sou veterinária, mas sonho em fazer psicologia! Quem sabe um dia 🙂

    • Bia Jiacomine
      01 set 2014

      Claro, quem acredita sempre alcança!
      Beijão, lindeza